The Great Zimbabwe e Harare, Zimbabwe

Voltamos à estrada para as nossas últimas visitas ainda no Zimbabwe: The Great Zimbabwe, onde tudo começou e a capital Harare. Pelo caminho, tenho de destacar duas coisas: primeiro, a quantidade de paragens que fazemos devido a barreiras policiais! São dezenas! Segundo, as queimas que fazem ao mato, visíveis da estrada. O Victor tentou-me explicar porque o fazem. Não fiquei convencido, mas parece que até no Serengueti queimam o mato…

Chegamos ao parque de campismo Norma Jean e o nível continuava muito alto. Bela vista para um lago artificial criado por uma barragem. Relva para montar as tendas. Último ponto de acesso wi-fi livre, pelo que havia possibilidade dar notícias a quem adoro.

Após a montagem das tendas, seguimos para o sítio arqueológico conhecido como The Great Zimbabwe. Aqui, teríamos o simpático e entusiasmado Steven como guia, numa visita que durou cerca de duas horas e meia, debaixo de muito calor.

Este sítio é basicamente onde o país começou e de onde saíram as pessoas que hoje fazem parte desta área africana. Fiquei com a ideia de que foram inclusivé até onde hoje é a Africa do Sul. Zimbabwe quer dizer Zi: the big, mba: house, bwe: stone, ou seja, The Big House of Stone. Adorei o Zi e auto-intitulei-me de Zi-Paulo, ou seja The Big Paulo, que passou a ser o meu nome africano. O Steven só se ria com isto, mas de vez em quando chamava-me Zi-Paulo, assim como alguns dos meus colegas.

A visita é muito interessante e é curioso saber que muita da informação que têm sobre as estruturas vem de documentação portuguesa. Nós andámos por lá, nem sempre com as melhores das amizades, mas estamos de facto inegavelmente ligados de forma profunda a este continente. Creio que comigo no grupo e com estes docinhos de Portugal, estes nove australianos que viajam comigo estão a colocar Portugal no mapa e a interessar-se pelo nosso país. E ainda não provaram poncha, mas vou tratar disso mais para a frente…

Segundo o Steven, estas muralhas são consideradas as quartas do mundo, depois da Grande Muralha da China, das pirâmides e Machu Picchu. Foram erguidas pelos Shona a mando do rei, que segundo consta teve cerca de duzentas mulheres… Bons tempos! Venham as número 10 e 38 por favor! Ao visitar a área do rei, que fica no topo de um monte, não conseguiara de o comparar a uma ladeia portuguesa chamada Monsanto. Também fica no topo de um monte e também é conhecida pelas pedras enormes onde são feitas as casas. À medida que viajo, vou encontrando semelhanças entre pontos distinto do globo. Por vezes noto a aplicação do mesmo tipo de ideias em pontos diferentes do globo, que podem ocorrer em simultâneo ou em períodos diferentes e não relacionados da história. Viajar pode tornar de facto o mundo mais pequeno…

No dia seguinte, partimos para a capital do país, Harare. Tal como Bulawayo, teríamos de montar tendas antes de ir para a cidade, mas como a partida no dia seguinte era muito cedo e as cabanas no parque de campismo custavam 4 usd (!), nem nos demos ao trabalho de as montar.

Seguimos para Harare e percebemos logo que estávamos numa cidade bem maior do que qualquer outra que vimos até ao momento. O camião ficou numa bomba de gasolina, enquanto nós tínhamos cerca de hora e meia para explorar o centro da cidade. Comecei com alguns na galeria de arte da cidade, pouco interessante diga-se, e segui com o Rob pelos quarteirões centrais da cidade. Éramos os únicos brancos, mas nunca me senti desconfortável. Discretamente, tirei algumas fotos com a minha Nikon pequenina, afinal, estava na cidade do Mugabi… mas a verdade é que a cidade não me pareceu muito interessante e percebi por isso porque estas visitas são curtas e rápidas.

Voltamos para o acampamento onde fiz a primeira experiência de poncha. Encontrei uma bebida alcoólica feita à base de cana e com 40 graus de alcool. Fiz uma pequena experiência que não ficou exactamente como a regional, mas dá para ficar com a ideia e a malta gostou. Em Kandi beach no Malawi, vou fazer um ou dois jarros desta “poncha” para soltar o pessoal…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please like and share:

Leave a Reply